Oeste do PR sonha com um novo Hospital Universitário

18/07/2022
Nas contas da Prefeitura de Foz do Iguaçu, os custos do Hospital Municipal no pico da pandemia, em 2021, chegaram a R$ 13,5 milhões mensais, dos quais 70% eram recursos do próprio Município

Os vereadores de Foz do Iguaçu, liderados pelo presidente da Câmara, Ney Patrício (foto), vão colocar na pauta dos candidatos ao pleito de outubro próximo a defesa de uma resolução definitiva dos graves problemas enfrentados pelo Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

"Iniciamos um movimento no Extremo Oeste para salvar o hospital e buscar uma solução no governo estadual ou governo federal", disse ele, ressaltando que uma das alternativas aventadas é sua transformação em Hospital Universitário para atender à demanda dos cursos de Medicina da Unila, de Enfermagem da Unioeste e até de Nutrição das faculdades particulares. O único HU existente atualmente na região é o de Cascavel, vinculado à Unioeste.

"Já tivemos reuniões com os vereadores da região, um trabalho do vereador Edivaldo Alcantara, e com o pessoal e gestores da saúde. Criamos um grupo que vai formatar até três alternativas para os governos federal e estadual", acrescentou o presidente da Câmara.

Nas contas da Prefeitura de Foz do Iguaçu, os custos do Hospital Municipal no pico da pandemia, em 2021, chegaram a R$ 13,5 milhões mensais, dos quais 70% eram recursos do próprio Município. A unidade tem o impacto também dos brasileiros e paraguaios que moram na região de Ciudad Del Este e usam o sistema público de saúde de Foz. Por conta disso os atendimentos chegam a ser o dobro dos cerca de 250 mil moradores de Foz.

 

REGIONAL DE FATO

Caso a transformação em hospital universitário não seja possível, o vereador Edivaldo Alcântara defende a regionalização de seus custos, pois ele também atende pacientes de Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Serranópolis do Iguaçu, Itaipulândia, Missal e Ramilândia.

"É o único hospital de ponta de toda a região que atende integralmente pelo SUS. Todas as grandes cidades do Paraná têm seu hospital regional para atender aos moradores de cidades próximas", ressalta o vereador, lembrando que por conta disso tudo ele tem acumulado um déficit mensal de vários milhões. 

Fonte: Alerta Paraná.

Foto: Divulgação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)