CNA quer R$ 710 milhões para seguro da safra; entenda

23/06/2022
A CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) pediu ao Ministério da Economia a liberação de R$ 710 milhões para o seguro da safra.

A CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) pediu ao Ministério da Economia a liberação de R$ 710 milhões para o seguro da safra. O crédito extra, de acordo com a nota da Confederação, seria para garantir a cobertura do plantio da próxima safra de verão 2022/23.

O dinheiro seria para execução do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural deste ano.

O pedido foi feito por meio de um ofício encaminhado ao secretário especial do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago. A entidade explica que dos R$ 990 milhões aprovados na Lei Orçamentária de 2022, mais da metade foi usada para culturas de inverno. Com o novo pedido, a destinação à confederação seria de R$ 1,7 bilhão.

No ano passado, foi de R$ 1,18 bilhão. Em 2021, foram atendidos mais de 120 mil produtores, com 217 mil apólices e cobertura de 14 milhões de hectares.

“Considerando o cenário atual, os recursos liberados para esse ano só serão suficientes para cobrir 8,1 milhões de hectares, ou seja, está muito aquém do total segurado no ano anterior”, explica o presidente da CNA, João Martins, no ofício.

Outro motivo para o pedido seria a mudança no tempo e vários problemas que ocorreram na safra 2021/22 por conta disso, além dos aumentos expressivos no custo de produção: R$ 5,8 bilhões foram pagos pelas seguradoras em indenizações de janeiro a março de 2022 apenas por conta de ocorrências climáticas.

Fonte: Sou Agro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)