Brasil e Paraguai vão se reunir para discutir reativação econômica da fronteira

21/07/2020
Governo do Brasil aceitou a proposta do Paraguai para estabelecer formas comerciais nas cidades fronteiriças. Entre as propostas do Paraguai, está o delivery fronteiriço.

Fonte: Rádio Cultura Foz

Foto: Rafael Guimarães

O Brasil aceitou a proposta paraguaia de analisar ações consensuais para a reativação econômica nas regiões de fronteira. O objetivo é desenvolver o comércio fronteiriço, que foi afetado pelas restrições impostas pela pandemia da Covid-19.

A decisão foi comunicada pelo embaixador brasileiro, Flávio Soares, à Chancelaria Nacional do Paraguai. Segundo Soares, o governo brasileiro aceitou a proposta de estabelecer um diálogo com o governo paraguaio para acordar medidas que permitam o comércio nas regiões de fronteira entre os dois países.

A partir de agora, vão se iniciar as discussões de assuntos técnicos entre as autoridades competentes de cada país. O vice-ministro de Relações Econômicas paraguaio, Didier Olmedo, informou que já na próxima semana serão realizadas as primeiras reuniões para discutir os métodos que serão aplicados.

Ele destaca que entre as medidas que devem ser adotadas serão preferencialmente as ferramentas que já estão estabelecidas para o comércio. Além disso, a proposta é identificar novas modalidades para o intercâmbio de mercadorias na fronteira para gerar novas fontes econômicas de cada país.

Entre as medidas que serão discutidas está a proposta feita pelo Paraguai ao Brasil de estabelecer um serviço de delivery fronteiriço. Outras propostas serão feitas e discutidas para a reativação econômica da região. Entre as medidas também estão inclusas a impulsão do programa Pytyvo 2.0 implantado pelo governo paraguaio aos trabalhadores informais do país.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)