Cascavelense recebe prêmio de R$200mil do programa Nota Paraná

17/01/2022
A entrega simbólica do cheque aconteceu no terceiro piso da prefeitura de Cascavel

O vice prefeito, Renato Silva e o secretário de finanças , Edson Zorek, acompanharam hoje (17) a entrega simbólica do cheque  no valor de R$ 200 mil, para o professor Ronaldo Bulhões, premiado no sorteio do Programa  Nota Paraná.

 A entrega do prêmio foi acompanhada pelo assessor da 13ª Delegacia da Receita Estadual de Cascavel, James Vanin de Andrade, a auditora fiscal, Marta Gambini e da coordenadora do Programa Nota Paraná na Regional de Cascavel, Maria Perez.

  “ Mais dinheiro circulando, movimentando a nossa economia. Um programa que pode ser copiado, pois os resultados são positivos”, disse o vice-prefeito, Renato Silva.

 O prêmio entregue a Ronaldo Bulhões foi o centésimo sétimo sorteio da Nota Paraná, desde sua criação em 2015. ¨Todos os meses são premiados  40.042 bilhetes, no valor de R$ 2 milhões para pessoas físicas e 20 mil bilhetes no valor de R$ 2,2 milhões para as organizações da sociedade civil. “ É um valor substancial e vai ajudar muito no orçamento. A soma é considerável e o efeito no orçamento será grande”, falou o ganhador do Nota Paraná, Ronaldo Bulhões .

 O sorteio  aconteceu na última terça feira(11) em Maringá com base na extração da Loteria Federal e contemplou as compras de setembro. O secretário de finanças, Edson Zorek, destacou que “ este projeto incentiva as pessoas a pedirem a  nota fiscal, e  a colocação do CPF na nota, e  isso faz com que se evite a sonegação de impostos e assim o governo arrecada melhor e consegue investir nas políticas públicas , no cidadão paranaense e os municípios também são beneficiados pois recebem parte dos recursos através do ICMS, sem contar as entidades assistenciais que também são beneficiadas”.

 Marta Gambini, auditora fiscal da Receita Estadual, destacou que este  foi o terceiro prêmio do Nota Paraná entregue em Cascavel, “nós já temos mais de quatro milhões de pessoas que pediram,  que acreditam, que estão cadastradas, que colocam CPF na nota. A Receita Estadual não fiscaliza consumidor que coloca CPF na nota, então peça a nota fiscal, doe para as entidades que só em Cascavel são 25 e que  receberam mais R$ 11 milhões do Nota Paraná”.

Fonte: Cascavel Atende.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)