Adaptados, reforços do Cascavel elogiam estrutura do clube

11/01/2022
O elenco da Serpente Aurinegra começou 2022 com sete novidades, em relação ao time que terminou o último campeonato paranaense.

Jamerson, Mikael Doka, França, Fabrício Bigode, Alex Nemmetz, Samuel e Núbio Flávio chegaram recentemente ao clube, mas já estão se sentindo em casa.

A estrutura oferecida pelo Cascavel para receber os atletas e o acolhimento do grupo fizeram com que o período de adaptação dos novos jogadores fosse menor do que o previsto.

“As primeiras semanas foram muito boas. A estrutura ajuda muito, é um clube muito grande, com pessoas capacitadas. E eu estou me adaptando rápido, já me sinto muito bem aqui e espero que isso aconteça cada vez mais a partir de agora”, afirmou o lateral-direito Doka, que veio do Santos.

O período de treinos durante a pré-temporada está sendo aproveitado para preparar fisicamente o time e entrosar os novos atletas.

Como boa parte da base da equipe que disputou o estadual de 2021 permaneceu no elenco, os novatos acreditam que isso pode ser uma vantagem, em relação a outras equipes que passaram por grandes reformulações.

“Temos vários jogadores com dois ou três anos de clube já e a rapaziada que está chegando agora, com certeza, vai somar, vai contribuir para o time fazer novamente uma boa campanha, chegar até as fases finais e ser campeão”, garantiu Fabrício Bigode, volante, ex-Figueirense.

O inédito vice-campeonato paranaense, ao mesmo tempo, aumenta a responsabilidade do atual elenco, mas, segundo os jogadores da Serpente, irá também fazer com que os adversários encarem o Cascavel de uma outra forma.

“Nossa torcida é muito grande. Você anda pelas ruas e vê muitos torcedores com a camisa do clube, então a pressão por resultados é normal. Mas, tenho certeza que depois da campanha no ano passado, os times vão respeitar ainda mais o Cascavel”, disse Doka.

Fonte: CGN.

Foto: Assessoria.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)