Dia Nacional da Onça-Pintada será comemorado no domingo em Foz do Iguaçu

25/11/2021
Celebração terá dois eventos: intervenção cultural na Feirinha da JK e homenagem a Peter Crawshaw Jr.

O dia 29 de novembro foi escolhido pelo Brasil para ser o Dia Nacional da Onça-Pintada. Trata-se de uma data para unir esforços em ações de divulgação sobre a importância ecológica, econômica e cultural dessa espécie que se tornou símbolo de conservação da biodiversidade do nosso país.

A realização do sonho de festejar e atrair especial atenção para a espécie, em uma data comemorativa, foi concretizada a partir da Portaria do Ministério do Meio Ambiente n° 8, de 16 de outubro de 2018, após esforços conjuntos do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e Onças do Iguaçu, projeto do Parque Nacional do Iguaçu.

O registro de novas onças mostra a qualidade ambiental e o equilíbrio do ecossistema do Parque Nacional do Iguaçu. A onça-pintada é uma espécie-chave para a manutenção da biodiversidade. Nos últimos dez anos, Brasil e Argentina trabalharam juntos no monitoramento da população de onças-pintadas da região com censos bianuais. Os esforços conjuntos de todos contribuíram para o crescimento do número de indivíduos na região.

Importância da onça para o planeta

Cenário diferente dos anos 1990, quando a população de onças-pintadas na região teve uma drástica redução, chegando perto da extinção local. O envolvimento das comunidades e o trabalho de todas as instituições, com cooperação de pesquisa, engajamento e fiscalização, estão contribuindo pouco a pouco para a melhora do quadro.

Entre o Parque Nacional do Iguaçu (Brasil) e o Parque Nacional Iguazú (Argentina), a espécie saltou de uma população efetiva estimada em 50 indivíduos em 2008 para 90 indivíduos em 2016. O Projeto Onças do Iguaçu e o Proyecto Yaguareté (Argentina) trabalham em uma parceria produtiva pela conservação das onças-pintadas na região, um exemplo de como dois países podem unir-se para salvar uma espécie.

O desafio é grande e permanente para toda a sociedade. Em toda a Mata Atlântica, estima-se uma população de apenas 250 onças-pintadas. A região tem a responsabilidade de manter essa população de onças, animais importantes para o equilíbrio de nossos ecossistemas, espécie considerada ainda o maior carnívoro das Américas.

Conversa sobre onça com o povo. No dia 28 de novembro, domingo, a equipe do Projeto Onças do Iguaçu vai estar com sua Barraca da Onça, na Feirinha da JK, no centro de Foz do Iguaçu. Para o local, os organizadores planejam intervenções com exposição, pintura de rosto, bate-papo sobre as onças, pintura para crianças e boas conversas. A atividade começará às 8h30 e seguirá até às 12 horas.

Memorial

Já na segunda-feira, 29 de novembro, o eterno amigo da onça, o pesquisador Peter Crawshaw, ganhará uma homenagem simbólica no Parque Nacional do Iguaçu. A antiga base de pesquisa do parque será batizada de Memorial Peter Crawshaw Jr. Peter, que morreu neste ano de 2021, foi o pioneiro no estudo das onças no Brasil e no Parque Nacional do Iguaçu. O resultado do seu trabalho até hoje orienta os esforços para a conservação das onças-pintadas no mundo.

Atuação local

O Onças do Iguaçu é um projeto institucional do ICMBio, desenvolvido em parceria entre o Parque Nacional do Iguaçu, o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros e o Instituto Pró-Carnívoros. Sua missão é promover a conservação da onça-pintada como uma espécie-chave para a manutenção da biodiversidade do Parque Nacional do Iguaçu.

Apoio

As iniciativas do Dia Nacional da Onça em Foz do Iguaçu são uma realização do Parque Nacional do Iguaçu e Projeto Onças do Iguaçu com apoio do ICMBio, Cataratas S.A., Instituto Conhecer para Conservar e Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Fonte: Catve.

Foto: Assesoria.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)