Comitiva paranaense participa de fórum de negócios da África e visita Porto de Jebel Ali, em Dubai

14/10/2021
Um grupo de empresários e representantes do Paraná, participantes da missão técnica-comercial em Dubai, estiveram nesta semana no Global Business Forum Africa (GBFAfrica), que acontece dentro da Expo 2020 e que reúne mais de 55 países para explorar oportunidades de comércio bilateral entre os países árabes e a África Subsaariana.

Um grupo de empresários e representantes do Paraná, participantes da missão técnica-comercial em Dubai, que conta com apoio do Governo do Estado, estiveram nesta semana no Global Business Forum Africa (GBFAfrica), que acontece dentro da Expo 2020 e reúne mais de 55 países para explorar oportunidades de comércio bilateral entre os países árabes e a África Subsaariana.

Participaram do evento, que está em sua sexta edição e é promovido pela Câmara de Comércio de Dubai, líderes e organizações influentes da região, responsáveis por redefinir o comércio entre o Conselho de Cooperação do Golfo e o resto do mundo. O fórum também é um ponto de encontro e um espaço de troca entre especialistas econômicos, empresários, investidores e câmaras de comércio de dezenas de países.

O primeiro dia teve participação do presidente e CEO da Câmara de Comércio de Dubai, Hamad Buamim, e do Sheikh Hamdan bin Mohammed bin Rashid Al Maktoum, príncipe herdeiro de Dubai e presidente do Conselho Executivo do Emirado. Mais de 20 palestrantes, entre eles o Sultão Ahmed Bin Sulayem, CEO da multinacional de logística DP World, e o presidente da República Democrática do Congo, Félix-Antoine Tshisekedi Tshilombo, apresentaram visões estratégicas sobre a região e ideias para incentivar o comércio internacional.

O diretor comercial dos Terminais Portuários da Ponta do Félix, Sergio Luiz Nichele Jr., aproveitou o encontro para se reunir com as Câmaras do Comércio de Gana, Namíbia, Marrocos, República Democrática do Congo e Angola. “Esses países são compradores de produtos brasileiros, especialmente fubá e açúcar, produtos que operamos para os nossos clientes no Brasil. Foi uma oportunidade de conhecer mais empresas, potenciais importadores de produtos brasileiros e, com isso, eventualmente aumentar o nosso volume de negócios em Antonina”, explicou.

Para o diretor de Negócios do Biopark de Toledo, Paulo Victor Almeida, o GBFAfrica consegue disseminar tendências e ações que estão sendo tomadas para a realidade da África, mas que podem ser incorporadas em qualquer outro ambiente.

“A palestra sobre a DP World, por exemplo, mostrou como os Emirados Árabes Unidos veem os países em desenvolvimento e os cuidados que eles devem ter para receber os seus investimentos. Essa visão combina muito bem com o objetivo do Paraná Business Experience, que atuou para fortalecer o relacionamento das empresas com o Governo do Estado. Sem falar na atuação da Invest Paraná, que está abrindo este mercado, nos ajudando a compreendê-lo e estabelecendo focos de ações”, ressaltou.

Outros dois fóruns globais serão realizados nos próximos meses na Expo Dubai. O GBFAsean, entre 8 e 9 de dezembro, com países que participam da Associação de Nações de Países Asiáticos; e o GBFLatam, nos dias 23 e 24 de março de 2022, com países do Caribe e da América Latina, entre eles o Brasil.

DP WORLD – Nesta quinta-feira (14), um grupo de membros da missão fez uma visita técnica ao Porto de Jebel Ali, sede da DP World, operadora multinacional de terminais marítimos e terrestres, líder em soluções de logística inteligentes que atua em mais de 70 países.

O Porto de Jebel Ali, que fica a 35 quilômetros de Dubai, é o maior do Oriente Médio e um dos mais movimentados e modernos do mundo. Atualmente, conta com três terminais, e o quarto já está em construção. Tem área total de armazenamento de mais de 1,4 milhão de metros quadrados, compreendendo 27 berços e uma profundidade de cais de 15 metros, permitindo a atracação de navios de carga muito grandes e especiais.

O seu pátio de armazenamento tem capacidade para acomodar mais de 750 mil veículos e um estacionamento de 16,2 mil metros quadrados e sete andares está em desenvolvimento. O complexo ainda conta com a Jebel Ali Free Zone, uma área industrial de zona franca que abriga hoje mais de 8 mil empresas de 120 países. 

A visita técnica contou com a participação do executivo de contas do Departamento Comercial da DP World, Deon D’Mello; e do gerente de vendas do Departamento de Logística, Rajiv Makin, responsáveis por guiar a visita e responder às perguntas dos participantes.

Segundo a gerente de relações governamentais do Sistema Fiep, Letícia Yumi de Rezende, esse tipo de visita estabelece uma aproximação muito importante entre o Paraná e Dubai, principalmente agora que a Fiep inaugurou o seu escritório no Emirado, ao lado da Invest Paraná.

“É fundamental entendermos como funciona o sistema de exportações do porto, principalmente porque temos trabalhos com o Porto de Paranaguá, pois o objetivo é tentar modernizar aquilo que já temos, aprender com eles e passar o conhecimento que já temos”, avaliou.

Para a Ocepar (sistema que reúne as cooperativas paranaenses), o modelo de trabalho do porto de Jebel Ali é uma porta de entrada para o Oriente Médio. "É uma espécie de hub a ser explorado, que envolve também a Ásia. É uma região estratégica para o nosso setor produtivo, não só das cooperativas, mas de todo o Paraná”, explicou o coordenador de gerência técnica e econômica do Sistema Ocepar, Silvio Krinski.

“Esta visita técnica foi muito importante, principalmente para observar o que eles têm hoje, que já está em um patamar extremamente avançado, e comparar com o que eles apresentam no pavilhão da DP World na Expo Dubai. É impressionante o que estão projetando em termos de crescimento, principalmente em tecnologia, redução de custos, e para serem mais competitivos. E tudo ligado à agenda ESG, que tem a ver com o futuro do mundo”, destacou Gilberto Birkhan, presidente da Terminal Ponta do Félix.

EXPO DUBAI – Os próximos dias da comitiva paranaense em Dubai serão dedicados às visitas técnicas na feira, além de reuniões individuais com empresas e investidores estrangeiros que participaram do Paraná Business Experience.

Fonte: AEN Paraná.

Foto: Governo do Paraná.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)