Abdo Benítez expressa solidaridade com o Brasil: “Está passando por um momento muito difícil”

18/05/2020
O Presidente do Paraguai reiterou que a reabertura das fronteiras será o último passo na luta contra o Covid-19.

O presidente da República, Mario Abdo Benítez, estendeu sua solidariedade ao Brasil, tendo em vista que é um dos países da região com a maior expansão do Covid-19.

O Presidente também expressou seu apoio à Argentina, Bolívia e Uruguai.

“A última coisa que faremos é abrir fronteiras e escolas, pois esses são os dois principais focos para a disseminação e entrada do vírus. Não podemos abrir a fronteira enquanto houver uma propagação do vírus. Aproveito a oportunidade para expressar minha solidariedade com o Brasil, que está passando por um período muito difícil, expressar nossa solidariedade e na luta para mitigar a propagação do vírus, e também com a República da Argentina. Os dois presidentes são grandes amigos, pois nossas fronteiras são com esses países. Também expresso nossa solidariedade com a Bolívia e o Uruguai ”, afirmou.

Abdo Benítez pediu às autoridades que prestem mais atenção à guarda das fronteiras.

Muitas vezes, quando dizemos que o que está acontecendo no Brasil é uma ameaça, não estamos depreciando um povo irmão, mas simplesmente fazendo referência a algo que acontece no Brasil, que é a disseminação do vírus, e que exige mais atenção por parte do Paraguai“, disse Abdo.

As manifestações de Abdo ocorreram durante uma visita ao departamento de Caaguazú.

“Temos uma fronteira com o Brasil de mais de 700 km e o controle não é fácil. Países que têm muito mais tecnologia, países de poder mundial, estão tendo problemas de acesso em seus territórios, mas estamos fazendo um grande esforço. Devemos ter paciência e contribuir, não apenas criticar. Todos devemos vestir a camiseta da albirroja e contribuir com o grande trabalho de contenção, que está dando resultados. Temos bons números, não há muita circulação ou evidência de circulação de vírus na comunidade. Se esse trabalho dos abrigos não tivesse sido feito com os nacionais que entraram, isso estaria fora de controle”, disse o Presidente.

 

Fonte: Cris Loose

Foto: Divulgação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)