Brasil quer voltar a fazer parte das missões da ONU

15/07/2021

Nos dias 5 e 6, 315 militares do Batalhão de Infantaria de Força de Paz Mecanizado participaram do Estágio Básico de Operações de Paz, nível subunidade, nas instalações do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado.

E nesta terça-feira (13) quem esteve na cidade, desta feita para fazer uma inspeção das tropas, foi uma comitiva de quatro representantes da ONU (Organização das Nações Unidas), que cumpre programação semelhante também em São Leopoldo (RS) e no Rio de Janeiro.

Tecnicamente, essa equipe conduz uma Visita de Avaliação e Assessoramento (AAV, sigla em inglês) até o próximo dia 20, a fim de verificar a preparação e a prontidão dessas unidades das Forças Armadas brasileiras, já inseridas no Nível 1 do Sistema de Prontidão de Capacidades de Manutenção da Paz das Nações Unidas (UNPCRS, sigla em inglês), com os padrões daquela Organização.

A ONU está verificando, ainda, a capacidade do Brasil em preparar tropas, desdobrar e manter uma contribuição potencial com a paz mundial. Com isso, ao término dessa visita será possível a elevação dessas unidades brasileiras para o Nível 2, condição básica para uma futura participação em operações de paz, como o ocorrido em 2017.

Presente em Cascavel para recepcionar a comitiva estrangeira, o Ministro da Defesa, Walter Braga Netto, disse que a intenção do Brasil é demonstrar para a ONU tem interesse e está comprometido com seu retorno às missões de paz pelo mundo. Isso passa pelo consentimento das partes em conflito, imparcialidade e não uso de força, exceção feita a autodefesa ou defesa do mandato. 

 

Fonte: Alerta Paraná

Foto: Ministério da Defesa

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)