Encontro de primeiras-damas do Paraná discute ações sociais e voltadas às mulheres

04/05/2021
Até o final de junho serão promovidos 16 encontros que reunirão primeiras-damas dos 399 municípios paranaenses. Eventos permitirão mostrar ações e programas do Estado e conhecer as necessidades dos municípios. O próximo evento acontece em 6 de maio.

A primeira-dama do Paraná, Luciana Saito Massa, presidiu nesta terça-feira (4), em Curitiba, o primeiro Encontro de Primeiras-Damas do Paraná. A iniciativa tem como objetivo promover um debate entre as primeiras-damas de todos os municípios paranaenses sobre políticas públicas direcionadas à área social e à mulher. Até o final do mês de junho, serão promovidos 16 encontros que reunirão primeiras-damas dos 399 municípios paranaenses, divididas por regionais.

De acordo com Luciana Saito Massa, além de debater novas iniciativas, os encontros permitirão mostrar o que o Paraná já faz em prol das mulheres. “Estes encontros se fazem necessários para que a gente converse, dialogue sobre as reais necessidades dos municípios, para que consigamos atender melhor as necessidades atuais de cada localidade”, explicou.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou da abertura do evento e disse que o Governo do Paraná tem o compromisso com as políticas públicas voltadas às mulheres.

“Estes encontros serão de extrema importância, pois permitirão que o Estado ouça e aprenda com as boas práticas de cada município e, assim, aprimore ainda mais as políticas que já oferta. Passamos por um momento duro e é preciso pensar políticas sociais de apoio. Estes debates ajudarão a construir um Paraná mais moderno e ativo nas políticas públicas sociais e voltadas às mulheres”, disse o governador.

Prefeita de Mandaguari, Ivonéia de Andrade Aparecido Furtado participou do evento e avaliou como essencial saber sobre os projetos em andamento no Estado. “Muitas vezes temos uma dificuldade lá no município e aqui o Governo já tem a solução. Então é importante esta comunicação, esta ligação dos municípios com o Estado. É assim que vamos fazer o Paraná mais forte”, disse.

PROJETOS

Durante o evento foram apresentados os projetos voltados à mulher das secretarias de Estado e das autarquias estaduais. Defesa Civil, Celepar e Fomento Paraná foram alguns dos órgãos representados no encontro e que apresentaram projetos sociais e para a mulher.

Um deles foi o Banco da Mulher, implementado pela Fomento Paraná. Lançado em setembro de 2019, é destinado a estimular o empreendedorismo feminino facilitando o acesso ao crédito para mulheres empreendedoras com o objetivo de reduzir as desigualdades e gerar emprego e renda. São ofertadas duas linhas de crédito para atender empreendimentos que tenham mulheres como proprietárias ou sócias em todos os setores da atividade econômica. A principal diferença dessas linhas está na taxa de juros, que é mais baixa que as do mercado.

“Eu não tinha conhecimento do Banco da Mulher, da Fomento. Apesar de termos uma representação do banco lá no município, acredito que este assunto ainda é pouco explorado. Quero levar para o nosso município e explorar melhor este projeto. Sair de Doutor Camargo e levar um projeto como este para a população já me deixa satisfeita”, afirmou a primeira-dama de Doutor Camargo, Katiele Varenga.

“Temos orgulho de endossar essa ação, pois acreditamos que as primeiras-damas têm um papel fundamental em seus municípios na construção e disseminação de ações sociais na melhoria da qualidade de vida humana. Explanamos aqui algumas das iniciativas da Celepar que, com o uso da tecnologia, também promovem um grande alcance no Estado, como o botão do pânico virtual, os aplicativos Paraná Solidário e Paraná Serviços e também os cursos de smartphone, que promovem a inclusão digital da pessoa idosa”, destacou o presidente da Celepar, Leandro Moura.

REUNIÕES 

Serão realizados 16 encontros, dois por semana, até 29 de junho. O próximo, no dia 6 de maio, reunirá primeiras-damas da região de Cascavel. Os encontros acontecerão sempre em Curitiba, no Palácio Iguaçu.

Camila Barreto, primeira-dama de Paranacity, participou do evento e disse que a reunião permitiu alinhar melhor as reais necessidades de cada município. “Muitas vezes, nós de municípios menores, não conseguimos ter esta visão dos projetos existentes e disponíveis. E estando aqui conseguimos expressar também quais são as nossas prioridades”, disse.

Foto Gilson Abreu/AEN

(Fonte: AEN)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)