VERÃO: Momento é de redobrar os cuidados para evitar a proliferação da dengue

06/01/2021
A guerra contra o mosquito Aedes aegypti deve ser diária e cuidados conhecidos, como limpar quintais e verificar possíveis calhas entupidas, não podem ser deixados de lado

Os agentes que atuam no combate ao mosquito Aedes aegypti continuam realizando os trabalhos de orientação em todas as regiões da cidade, mas a participação da população é fundamental para barrar o avanço da dengue. Segundo o último boletim do ciclo 2020/2021, foram registrados até agora 73 casos positivos da doença em Cascavel. “A colaboração da população é muito importante nesse momento”, observa Mari Dalsasso, do Controle de Endemias.

Ao menos uma vez por semana, explica Mari, é preciso verificar o quintal de casa para ver se não há acúmulo de água e, costumeiramente, verificar calhas que possam estar entupidas, além de não descuidar das vistorias de outros espaços como edícula, tonéis com captação de água da chuva, aquários sem bomba de oxigenação, pratos de vasos de plantas, bandejas das geladeiras, bebedouro de animais, tanque de roupas que ficam com água empossada no fundo, coletor de água da saída do ar-condicionado, lixeiro sem tampa e sem furo embaixo, piscinas de plástico, cisternas, caixas de gorduras e plantas aquáticas, pequenos objetos nos quintais; como tampas de garrafas, copos plásticos e brinquedos infantis, entre outros. Além disso, denúncias de criadouros do mosquito podem ser feitas ao telefone 156.

Os agentes de endemia têm percorrido a cidade realizando visitas, mas existem algumas restrições por conta da pandemia. As equipes não entram em residências onde há pessoas com mais de 60 anos e em casas de famílias com casos confirmados ou suspeitos de Covid-19.

Mari lembra que no ciclo 2019/2020 houve uma epidemia com mais de 7,8 mil casos e oito óbitos em Cascavel. Ela destaca que com as chuvas de verão e o calor em alta, condições apropriadas para o desenvolvimento do mosquito, o olhar precisa ser redobrado. “Precisamos sempre dar uma olhada para não termos esse problema novamente”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)